Situação de crise - sintomas e soluções

Situação de crise - sintomas e soluções

Muito se discute acerca dos motivos que levam uma empresa a uma situação de crise e quais as medidas a serem adotadas para a atenuação de tais efeitos. Entre as medidas emergenciais mais adotadas estão o corte de custos e despesas, a busca por eficiência industrial, o capital de longo prazo e menos oneroso para financiamento das melhorias e o software de gestão.

Os efeitos devastadores que culminaram na crise da empresa, normalmente são externos e então fora de controle dos consultores de gestão.

O mercado muda os efeitos das necessidades dos consumidores, o padrão de comportamento das pessoas, a forma de interagir com suas expectativas. Os desejos de consumo suprimidos pelos desejos de vida não têm sido compreendidos pelos Empresários acostumados a criar produtos e o seu Push fazendo escalas e criando rentabilidade.

O consumidor se envolve e caracteriza as constantes mudanças de perfil do mercado, que é interativo e cheio de informações divergentes e confusas para a grande maioria. O atual consumidor é mais investigativo, quer rapidez, exige qualidade e preço justo.

Se por um lado temos produtos baseados nos processos da revolução Industrial, por outro temos consumidores pessoas físicas e jurídicas que se comportam diferentemente daquilo que lhes é oferecido.

A empresa que sucumbiu seus resultados vive o encontra dificuldades em ajustar o seu mundo aos novos perfis de mercado e a encontrar caminhos que levem a essa evolução.

Por um lado, convivemos atualmente com crise no setor industrial, varejo e serviços, e nos apegamos a ferramentas de gestão que atenuam os efeitos indesejáveis sobre a estrutura organizacional, como capital de giro e estrutura fiscal inadequados. Por outro, há pouco tempo para a reinvenção das empresas que as torne mais compatíveis com as revoluções individuais de toda a sociedade.

A expressão “Gestão Estratégica” é um dos pontos fundamentais da Corporate Consulting , que usa métricas de gestão de crises e ferramentas legais para atenuação de efeitos de crise concomitantemente com a implementação de estratégias de inovação, inteligência de mercado e entendimento do consumidor, adequando e inovando simultaneamente, dentro de um processo de turnaround as diferenças que fazem a diferença.