Cinco perguntas e respostas importantes sobre recuperação judicial

Cinco perguntas e respostas importantes sobre recuperação judicial

A notícia de que uma empresa entrou em processo de recuperação judicial faz surgir inúmeros questionamentos nos mais variados setores da sociedade: O que é uma recuperação judicial? Como ficam os credores e as dívidas? Quanto tempo pode durar esse processo?  

Para deixar a questão mais clara, listamos abaixo perguntas comuns sobre esse importante instrumento para as empresas. Veja:

1) O que é um processo de recuperação judicial?

A recuperação judicial é uma medida na qual uma empresa, que se encontra em dificuldade financeira, recorre para tentar superar a situação de crise econômico-financeira. O pedido é feito quando a organização não tem mais capacidade de quitar seus débitos.

Por meio desse processo, as empresas mantêm o emprego dos trabalhadores e interesses dos seus credores, preservando a empresa, sua função social e o estímulo à atividade econômica, que é importante para todos que dela dependem.

2) Esse processo é a mesma coisa da falência?

Não, uma vez que ela serve exatamente para evitar a falência. Ou seja, o processo não representa um pedido de falência, pelo contrário, ele serve para reorganizar o seu negócio, além de ajudar na reestruturação das dívidas perante os credores.

3) O que é realizado durante a recuperação judicial?

Durante o processo de recuperação judicial, a organização deve cumprir o que foi estabelecido no plano. Enquanto isso, suas atividades e operações seguem normalmente e, mensalmente, a empresa precisa prestar contas ao juiz e aos credores sobre o seu andamento.

4) Qual a perspectiva que as empresas têm durante essa fase delicada?

Para que esse processo tenha êxito, é fundamental que a empresa procure apoio em tempo hábil e esteja disposta a superar a situação de crise dentro dos limites que a lei oferece.

5) Quando é encerrada a recuperação judicial?

O processo de recuperação é encerrado somente quando a empresa exercer tudo o que estava previsto no plano de recuperação. Ou seja, depois de tudo pago é que o juiz finaliza a ação.

Tirou suas dúvidas sobre recuperação judicial? Se houver mais informações que gostaria de ver comentadas aqui no blog, escreva para nós nos comentários abaixo!